Business Partner: O que você precisa saber!

Business Partner: O que você precisa saber!

Business Partner: O que você precisa saber!

Cada vez mais presente no vocabulário do mundo corporativo, o Business Partner (BP) tem se mostrado um diferencial para o crescimento estratégico das empresas. Você já conhece esse conceito?

Business Partner é um termo proposto na década de 80, pelo professor de gestão e negócios Dave Ulrich, da universidade de Michigan. Logo, em tradução literal para o português, business partner significa parceiro de negócios.

De acordo com o pensamento de Ulrich, o termo é adequado para definir aquele profissional capaz de articular a gestão de pessoas da empresa com os fins de negócio da organização.

À primeira vista, pode parecer óbvio que o setor de gestão de pessoas mantenha conexão com as demais áreas da organização para o sucesso nos negócios. Mas, na prática, de que forma essa aproximação se efetiva?

É exatamente nesse ponto que entra o trabalho de um Business Partner. Continue leitura e compreenda melhor.

O papel de um Business Partner

Diferentemente da compreensão que se tinha na década de 80, atualmente há um movimento no meio organizacional que muda a perspectiva de qual seria a função do setor de Recursos Humanos (RH). Hoje, entende-se que essa área não lida apenas com as questões trabalhistas dos contratados.

Como resultado, atualmente, sabe-se que esse setor deve trabalhar pela gestão de pessoas, no sentido de desenvolver e gerir estrategicamente o capital intelectual da organização.

Vistas como o maior valor da instituição, as pessoas, que compõem o time de colaboradores, são aquela que detêm o poder de promover o crescimento da empresa e conduzir o sucesso dos negócios.

Por essa razão, a figura do business partner é muito estratégica. Ele é quem faz a conexão entre os objetivos da empresa, a diretoria e os demais colaboradores.

Tomando emprestado a figura de um time de futebol em campo, o Business Partner atua como um jogador de meio campo, que conecta defesa e ataque.

Assim, com uma visão holística do jogo, ele se comunica com os demais parceiros e, muitas vezes, a bola sai de seu pé para o chute certeiro ao gol.

Qualificações do Business Partner

Podemos entender esse profissional como um tipo de consultor interno da organização.

Para que suas ações tenham sucesso, ele não deve atuar estaticamente em nenhum setor na empresa. Então, deixá-lo em um cargo de uma diretoria ou como chefe de departamento certamente enfraquece sua função.

Isto é, o business partner deve ter uma visão geral da organização e enxergar possibilidades de ações para otimizar o trabalho de todos e, acima de tudo, deve convergir a equipe para um ponto comum. Em outras palavras, ele tem o desafio de manter os times conectados, com entendimento claro sobre o motivo pelo qual estão trabalhando.

Assim, podemos entender que o Business Partner atua tanto como observador, quanto como personagem na história da organização. Para tanto, certas qualificações são imprescindíveis. Destacamos algumas:

  • Habilidade de se relacionar;
  • Boa comunicação;
  • Percepção aguçada;
  • Visão sistêmica;
  • Diplomacia;
  • Conhecimentos de treinamento de desenvolvimento de pessoas;
  • Capacidade de planejamento e outras.

A fim de atender a essas qualificações, é importante que o Business Partner tenha formação generalista e conheça tanto de administração e negócios, quanto de gestão de pessoas.

Funções do BP

Como consultor interno, o Business Partner torna-se uma figura estratégica. Valendo-se de perspicácia organizacional, ele é capaz de gerir os talentos, aprimorar processos e melhorar a performance de colaboradores. Assim, integra todos os setores da organização e conduz a empresa a melhores resultados.
Como atribuições específicas, esse parceiro de negócio pode se encarregar de:

  • Trabalhar pelo bom clima no ambiente de trabalho;
  • Agir assertivamente sobre a cultura organizacional;
  • Desenvolver as lideranças;
  • Apresentar soluções para os desafios das equipes;
  • Mediar conflitos e interesses entre departamentos;
  • Aproximar gestão e operacional e etc.

Quando contratar um Business Partner?

Esse diversificado profissional pode ser o “pulo do gato”para empresas de portes diferentes. Portanto, um requisito básico para o sucesso de seu trabalho está em que a gestão tenha visão de que a organização deve funcionar como um organismo vivo. Nessa perspectiva, cada parte funciona de modo conectado para a saúde da instituição.

Assim, o parceiro de negócios pode atuar em empresas como escolas de educação básica até grandes multinacionais. Ele pode atuar desde empresas únicas até em redes e franquias.

Dois exemplos clássicos que trabalham com esse modelo de gestão são a rede de lanchonetes Mc Donald’s e o Banco Bradesco. Nelas, alguns de seus objetivos é alinhar procedimentos e manter a mesma qualidade e padrão dos serviços prestados nas diferentes agências e lojas.

Partindo dessa compreensão, um Business Partner pode ser contratado quando:

  • deseja-se trabalhar sobre cultura organizacional;
  • há fusões de empresas;
  • busca-se o desenvolvimento de parcerias;
  • acontecem mudanças no modelo de negócio;
  • em outras situações que requeiram articulação organizacional.

A presença de um Business Partner é uma proposta de gestão inovadora. Afinal, visa sanar as dificuldades da visão fragmentada e departamental, tão comum dentro das organizações.

Sobre Débora Alves

Sou graduada em Pedagogia e especialista em Pedagogia Empresarial e Gestão em Recursos Humanos. Como desafio atual, tenho a reta final do mestrado em Educação e Formação Humana. Sou apaixonada por processos de aprendizagem, neurociências e pelo Universo Marvel. Amo cozinhar para a família e os amigos. Meu trabalho na TeamHub é produzir material sobre tudo que envolve pessoas, aprendizagem, cultura e organizações.



Comente com o Facebook



Posts relacionados

Av. Presidente Antônio Carlos, 681, Loja 12. Lagoinha, Belo Horizonte - MG CEP: 31.210-010

contato@teamhub.com.br